Os dados foram divulgados nesta sexta-feira, 12, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

51433544607 4e05fd87df k

Fotos Ricardo Wolffebüttel / SECOM


Santa Catarina alcançou um Produto Interno Bruto (PIB) R$ 323, 26 bilhões em 2019, o resultado é a soma de todos os bens e serviços produzidos no estado, sendo o sexto maior valor do país. A variação em volume foi de 3.8%, representando o terceiro maior crescimento entre todos os estados. Os dados são do Sistema de Contas Nacionais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados nesta sexta-feira, 12. O crescimento e a variação em volume ficaram ligeiramente acima das estimativas realizadas pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), de 3,5% e R$ 318,2 bilhões.

“Santa Catarina tem um crescimento três vezes acima da média nacional que foi de 1.2%. Um desenvolvimento puxado principalmente pela indústria e pelo comércio. Resultado de uma gestão focada no desenvolvimento sustentável e que apoia e incentiva o empreendedor que quer empreender e gerar oportunidades no Estado e de um setor produtivo que trabalha em conjunto e aposta em Santa Catarina”, destacou o secretário da SDE, Luciano Buligon.

O PIB brasileiro em 2019 ficou em R$ 7,4 trilhões. Sendo que o PIB per capita nacional foi estimado em R$ 35.161,7. E Santa Catarina manteve o quarto maior PIB per capita atrás de Distrito Federal, São Paulo e Rio de Janeiro.

Com isso Santa Catarina ampliou sua participação na economia nacional de 4,3%, em 2018, para 4,4% e, manteve-se na sexta posição entre os maiores PIBs do país. De acordo com o economista da SDE, Paulo Zoldan, a participação catarinense era de 3,7% no início da série em 2002, explica.

As atividades de destaque da economia catarinense em 2019 foram nas atividades da Indústria de Transformação, Comércio, Atividades Profissionais e Alojamento e Alimentação”, destaca Zoldan.

Crescimento dos Setores

50219222053 2413775881 c

A Agropecuária representou 5,7% do valor adicionado bruto do Estado em 2019, (5,5% em 2018), e sua variação em volume foi de -1,2%. O desempenho da agricultura, inclusive apoio à agricultura e à pós-colheita, foi o maior responsável pela queda. Já na Pecuária e Produção Florestal houve crescimento de 0,33% e 0,25% respectivamente.

A Indústria Catarinense representou 26,6% do valor adicionado em 2019, e apresentou variação de volume de 2,0%. Na Indústria de transformação houve variação de volume de 1,84%, e a atividade manteve-se como aquela de maior participação em Santa Catarina, com 19,6%, apesar da redução relativa de 0,05p.p., na comparação com 2018. Contribuíram para o avanço em volume da Indústrias de transformação, os segmentos de fabricação de Produtos Alimentícios e Abate de Suínos, (demanda externa de carne suína e aumento de preços). Eletricidade e gás, água, esgoto, atividades de gestão de resíduo e descontaminação também cresceram, com variação de 3,0%, já a Construção Civil cresceu 2,2%, enquanto a Indústrias Extrativas registrou queda de -1,6%.

O Setor de Serviços com 67,8% do Valor adicionado, representou a maior atividade entre os setores, resultando em um volume positivo em sua variação igual a 4,3%, influenciado sobretudo por Comércio e Reparação de Veículos Automotores e Motocicletas com crescimento de 7,5% e Atividades Imobiliárias com 1,6% de crescimento, duas das principais atividades deste grupo. Em relação ao Comércio, Santa Catarina foi pelo terceiro ano consecutivo, um destaque no âmbito Nacional, em termos de expansão em volume, com o resultado do crescimento no comércio varejista 7,5%, nos segmentos de Material de Construção 12,6%, e Comércio de Veículos 5,1%. Já em Atividades imobiliárias, a variação em volume em 2019, que também foi um destaque no ano anterior, cresceu 1,6%.

Em 2019, Santa Catarina foi o estado com a maior participação dos impostos no PIB, seguido por Espírito Santo, Amazonas e São Paulo. Em 2018, a ordem era Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo. Os dados do PIB 2019 e de cada setor da economia catarinense, bem como as séries históricas, poderão ser acessados aqui na página da SDE.

Assessoria de Comunicação
Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável - SDE
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Site: www.sde.sc.gov.br
Mais informações para a imprensa: Mônica Foltran