Só quem vivenciou uma enchente, sabe o significado de perder o que foi conquistado com tanto suor e trabalho. Neste sentido, cientes da importância para a população do Alto Vale do Itajaí, a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável (SDE), em uma força-tarefa conjunta com o Instituto do Meio Ambiente (IMA) e a Defesa Civil do Estado de Santa Catarina, deu andamento ao projeto de melhoramento fluvial dos rios, obras fundamentais para a contenção das cheias na cidade de Rio do Sul e que estava parado desde 2014.

O estudo entregue nesta quinta-feira (11), pelo secretário da SDE, Lucas Esmeraldino ao presidente do IMA, Valdez Venâncio, com a presença do Chefe da Defesa Civil de Santa Catarina, o coronel João Batista Cordeiro Junior e o secretário adjunto da SDE, Amandio João da Silva Junior, propõe soluções para a contenção de cheias na região - um problema grave e histórico no Município. Após a fase de licenciamento pelo IMA, a SDE deve liberar para a execução das obras recursos na ordem de R$ 3,8 milhões.

Força tarefa do Governo dá celeridade para projeto de contenção das cheias no Alto Vale do Itajaí4

“A região do Alto Vale, principalmente a cidade de Rio do Sul, espera muito por este projeto que estava engavetado e que, a SDE, seguindo as premissas do Governo Moisés, em uma sinergia com o IMA e a Defesa Civil, vai dar sequência. Só quem passou por uma enchente e sofreu com a perda de vidas e de bens materiais, sabe a importância destas obras”, destaca o secretário da SDE, Lucas Esmeraldino.

O adjunto da SDE também reforçou a importância da obra. “Em 2011 eu e uma comunidade inteira perdemos tudo em uma catástrofe e hoje me sinto privilegiado em poder, ao lado do secretário Lucas, trazer este projeto de volta que vai fazer com que os anseios da população de Rio do Sul, conhecida como a Capital do Alto Vale Itajaí, tenha de fato o andamento acelerado e necessário para desassorear o rio e fazer as margens, de acordo com o projeto. Tenho convicção que a sociedade ficará muito mais feliz e segura com o andamento destas obras”, reforçou Amandio.

O chefe da Defesa Civil do Estado lembrou que os problema das enchentes é recorrente e um pedido histórico da população do Alto Vale do Itajaí. “Rio do Sul é bastante impactada pelas enchentes e, diante do apelo da população, para esta questão de limpeza do rio Itajaí-Açu, resgatamos um projeto que havia sido iniciado em 2014 e, agora, passará pela análise do IMA”, lembra João Batista Cordeiro Junior.

Para o presidente do IMA, , a obra será positiva não só para Rio do Sul, mas também Santa Catarina. “A SDE e a Defesa Civil nos apresentaram uma necessidade da população para o controle de cheias e reduzir os riscos na região. Por ser uma obra emergencial ela será analisada com este perfil”, disse Valdez Venâncio.

Assessoria de Comunicação

Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável

Jornalista: Mônica Foltran

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: (48) 3665-2261/ 99696 1366