19/02/2020 - Bebidas falsificadas no Carnaval

13/02/2020 - Reunião CECOP, FCDL e CDL Penha

Na manhã do dia 13/02/2020, o presidente da FCDL/SC Sr. Ivan Tauffer, e a assessora parlamentar Sra. Christiane Montaño, receberam o presidente da CDL de Penha João Eduardo Sensi, e o presidente do Conselho Estadual de Combate à Pirataria - CECOP Sr. Jair Antonio Schmitt, para alinhar ações em combate à pirataria.

Na ocasião, Jair compartilhou um pouco das ações programadas que o CECOP realiza, a fim de inibir esta prática criminosa. Desde 2009, o Conselho atua para promover e coordenar políticas públicas e privadas, de caráter educacional e institucional, voltadas à prevenção e à repressão das violações da propriedade intelectual no estado de Santa Catarina.

A FCDL/SC e o CECOP estão unidos na luta contra a reprodução não autorizada ou abusiva da propriedade intelectual há muitos anos. A Federação também integra o colegiado com uma cadeira no Conselho e está sempre atenta às ações contra ilícitos que causam danos à economia e à sociedade.

06/02/2020 - Reunião Ordinária do CNCP em Brasília

O Presidente do CECOP, Jair Schmitt, participou no dia 06/02 da Reunião Ordinária do Conselho Nacional de Combate à Pirataria - CNCP, do Ministério da Justiça e Segurança Pública- MJSP, com a presença do Ministro Sérgio Moro e Presidente da ANCINE, Alex Braga Muniz, onde na ocasião foi realizada a assinatura do Memorando de Entendimento entre a ANCINE/CNCP. Na oportunidade também foi celebrado a assinatura do Acordo de Cooperação entre ANCINE e o CECOP/SC, que possibilita uma aproximação das Entidades no combate à pirataria de filmes, com ações repressivas, bem como trabalhar a sensibilização da população, sobre os malefícios da pirataria, através de um vídeo institucional do CECOP, que poderá ser rodado em salas de cinema no território catarinense.

04/02/2020 - "Projeto Fazer"

No último dia 04/02, na sede do CDL de Florianópolis, estiveram reunidos representastes do CDL, do Observatório Social do Brasil (filial SC) e do CECOP, se uniram para conscientizar alunos da rede pública de ensino no município de Florianópolis através do "Projeto Fazer" (CECOP e Observatório Social) e a "Campanha Despiratize" (CDL).

O Projeto Fazer tem o propósito de apresentar conceitos sobre valores e moral para conscientizar alunos de 11 a 14 anos da rede pública municipal, sobre o papel de cada um como cidadão, arrecadação de impostos, pirataria de produtos, corrupção e cidadania.

O Projeto iniciou em 2017 orientando cerca de 500 crianças e adolescentes de 8 escolas municipais. O objetivo para 2020 é atingir as demais 28 escolas da rede pública, contribuindo para a formação da cidadania por meio de uma peça teatral apresentada por um grupo de jovens voluntários.